Como armazenar suas sementes

Guardar uma grande variedade de sementes é uma forma de resistir à monocultura, plantas e alimentos estéreis produzidos pelas grandes multinacionais agro-alimentares.

As sementes devem ser colhidas no momento certo e beneficiadas (limpas) de acordo com as exigências de cada espécie.
A maioria das sementes de hortaliças é tolerante à dessecação, o que significa que podemos colhê-las, seca-las e guarda-las por longos períodos de tempo (algumas por muitos anos), mas com o armazenamento de longo prazo perde-se alguma viabilidade sendo que algumas sementes morrem, e com o passar do tempo degrada-se a estrutura de tecidos e vai-se perdendo material genético. Por isso quanto menos tempo de armazenamento melhores serão as plantas.

Mas fique atendo, pois alguns cuidados devem ser tomados para garantir a viabilidade dessas sementes:

  • Secagem
    Espalhe as sementes colhidas em uma superfície com papel de jornal ou lenços e deixe-as secar por uma semana em local sombreado e protegido de insetos, não as deixe emboladas ou sobrepostas. O grau de umidade das sementes varia de acordo com a espécie.
  • Insetos
    Besourinhos, carunchos, gorgulhões, todos eles podem aparecer, portanto verifique constantemente se não há pó ou larvas no fundo dos recipientes. Uma dica é colocar de 2 a 3 folhas de louro para prevenir.
  • Embalagem
    A embalagem de sementes é importante não apenas para o transporte, armazenamento e comercialização, mas também para a conservação da qualidade das sementes.
    Os envelopes aluminizados ou latas são os mais utilizados e comumente encontrados no comércio de sementes de hortaliças. Outras embalagens, como garrafas plásticas (PET), vidros, latas e sacos plásticos, de pano ou papel também podem ser utilizados, desde que previamente limpos e secos.
  • Armazenagem
    A temperatura e a umidade relativa do ar são fatores ambientais que atuam diretamente sobre as sementes, afetando o seu metabolismo e, conseqüentemente, sua vida útil.
    Refrigeradores domésticos (geladeira) podem ser utilizados para o armazenamento das sementes. Na falta desses, as sementes devem ser armazenadas em local fresco, seco e com pouca luminosidade. As embalagens devem ser mantidas em prateleiras ou estrados para evitar a absorção da umidade proveniente do piso.
  • Organização
    Guarde suas sementes sempre com identificação e principalmente com a data de coleta para saber se as sementes ainda possuem viabilidade para germinar.

Existem ainda sementes que não podem ser armazenadas dessa forma, como o abacate, a lichia, fruta do conde, todas porque perdem a viabilidade de germinar em pouquíssimo tempo e desidratam (são chamadas sementes recalcitrantes).

Uma curiosidade é a semente de tomate, que deve passar por um processo de fermentação para retirar a película que envolve as sementes e inibem sua germinação. Confira os detalhes no post.

E vc, como costuma guardar sua coleção?

Acesse nossa fanpage para acompanhar as dicas.

Fontes consultadas: Silvia FlorestaMato de Comer e Embrapa.

Anúncios

Um comentário sobre “Como armazenar suas sementes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s